Documento Cultural Santos

Resultados


   *  A primeira atividade desenvolvida pelo Programa foi elaborar um Projeto Científico dando conta das abordagens e procedimentos necessários para atender o patrimônio cultural envolvido na área de estudo, ou seja, o Sistema Viário da Margem Direita do Porto de Santos (Av. Perimetral MD). Protocolado no IPHAN e devidamente aprovado, o Projeto Científico recebeu a Portaria de Pesquisa n. 10-02, publicada no Diário Oficial da União em 18/03/2008 e renovada através da Portaria 33, Anexo IV-01, e da Portaria n. 9, Anexo IV / 1, publicada no D.O.U. em 27.04.09.

   *  Os estudos arqueológicos na área foram iniciados através de levantamentos sistemáticos no trajeto de 9,2 km de obras da Av. Perimetral MD. Foram abertas mais de 1.800 sondagens neste trecho, objetivando reconhecer possíveis vestígios arqueológicos enterrados no sub-solo de Santos. Este trabalho foi detalhadamente registrado em mapas de localização dos trabalhos, Fichas de Prospecção, análises da estratigrafia da área, banco de imagens e vídeos científicos.

   *  Como resultado destes levantamentos foram identificados dois sítios arqueológicos no trajeto da futura av. Perimetral MD. Um deles, batizado de “sítio da Barca”, está localizado em frente ao prédio do Alfândega. Escavações arqueológicas revelaram a presença de material vindo de algum sítio sambaqui localizado em Santos, utilizado para a formação do aterro do porto. Abaixo desta camada de material de sítio sambaqui foram encontrados restos da antiga fundação do Forte de Monte Serrat, erguido na área no século XVI e demolido no século XIX. Estes trabalhos resultaram em grande volume de documentos de registro e análise científica do sítio.

   *  O segundo sítio foi denominado “sítio CODESP”, localizado próximo à garagem e ao prédio da carpintaria da CODESP. As escavações revelaram material histórico dos séculos XVII ao XX, reunindo elementos de mais de 300 anos da História de Santos. Também para este sítio os trabalhos resultaram em grande volume de documentos de registro e análise científica dos achados.

   *  Integrado à pesquisa arqueológica, foram realizados históricos especialmente voltados à compreensão dos processos de formação das paisagens culturais do Porto de Santos. Foi realizado um levantamento dos mapas e ilustrações históricas que demonstram esta evolução do ambiente da área, ao longo dos séculos.

   *  Especialistas em arquitetura histórica realizaram o registro do patrimônio edificado presente no entorno do trajeto da obra da Av. Perimetral, resultando em um Cadastro de Patrimônio Edificado.

   *  Foram ainda feitos detalhamentos de pesquisas na Bacia do Mercado, no prédio do Ministério da Agricultura, contribuindo para a valorização e preservação de seu patrimônio.

   *  Todo este trabalho foi descrito em 11 Relatórios de Andamento, além de 13 Relatórios de Monitoramento, protocolados no IPHAN, Ministério Público Federal e Ministério Público Estadual, órgãos que acompanham as pesquisas e garantem o fiel cumprimento da legislação brasileira sobre Patrimônio Cultural. O material foi organizado também em Plataforma Multimídia/CD.

   *  Concluída a etapa de embasamento científico do trabalho, foi elaborado o Planejamento da Etapa 2, que busca integrar os conhecimentos e sabedorias da comunidade ao Programa, bem como suas sugestões e recomendações.


     Resultados planejados:

   Na segunda etapa do Programa de Patrimônio Cultural do Sistema Viário da Margem Direita do Porto de Santos/SP serão realizadas diferentes ações de envolvimento e participação da comunidade que mora e trabalha na área estudada, bem como, a divulgação dos novos dados obtidos pelas pesquisas. Estas ações abrangem:

   O envolvimento e a integração com a comunidade também serão sustentados por canais de comunicação direta, as chamadas Mídias Sociais. Virtualmente a comunidade poderá, de forma continuada, colocar seus comentários, dúvidas, expectativas e depoimentos sobre a história de desenvolvimento do Porto e as mudanças em sua paisagem, assim como, dialogar com os cientistas e compartilhar o seu conhecimento.

   O resultado final dessa cooperação é a elaboração de um Plano de Manejo abrangendo o resultado das pesquisas, o conhecimento adquirido e os acervos coletados. Este Plano objetiva buscar sinergias com as demais iniciativas culturais da região, contribuindo para a gestão do patrimônio estudado e a promoção e continuidade futura das ações e de seus benefícios.


Grupos

© 2019   Criado por Documento Projetos Planejamento.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço